• Início
  • Esporte
  • Desempenho de Salah na Liga dos Campeões deixa egípcios orgulhosos
Esporte Futebol Internacional

Desempenho de Salah na Liga dos Campeões deixa egípcios orgulhosos

O atacante Mohamed Salah, do Liverpool, deixou os torcedores alucinados no Anfield com uma performance espetacular e dois gols na vitória por 5 x 2 sobre a Roma pela partida de ida da semifinal da Liga dos Campeões, e também se tornou o nome na boca de todos em seu país, o Egito.

Salah estampou as primeiras páginas dos jornais egípcios, que deram a ele o título de “Rei Salah” depois de sua performance decisiva. Nas ruas do Cairo, havia uma sensação tangível de orgulho com a rara visão de um egípcio no centro do palco do futebol mundial.

“Honestamente, assim que Salah marcou, todos sentimos arrepios pelo nosso corpo”, disse à Reuters TV Sherif Hussein, que trabalha em uma cafeteria. “Vi os gols de ontem. Se tivessem sido marcados por Messi, teriam chamado de fenomenal, mas essa é a primeira vez vemos um egípcio impressionando o mundo todo.”

Um retrato de Salah em um grafite estampa os muros do lado de fora de uma cafeteria, e mesmo pessoas que geralmente não se interessam por futebol conversavam animadamente sobre o compatriota, que virou um embaixador do país.

“Sobre os egípcios, os árabes e o islã. Ele foi capaz de apresentar uma imagem nossa elegantemente e facilmente.”

Em sua primeira temporada de volta à Inglaterra, depois de uma passagem sem brilho pelo Chelsea, Salah já fez história no Campeonato Inglês ao igualar o recorde de gols em uma temporada de 38 partidas, com 31 gols. O jogador de 25 anos também recebeu no domingo o prêmio de melhor jogador do ano dado por seus colegas na Inglaterra.

Salah lidera a disputa para conquistar a Chuteira de Ouro, dada ao principal artilheiro em campeonatos e está à frente de Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, e de Lionel Messi, do Barcelona, na tentativa de conquistar a Chuteira de Ouro Europeia, de maior marcador entre as cinco principais ligas europeias.

Salah também deve ser figura de destaque da seleção do Egito na Copa do Mundo da Rússia, o primeiro Mundial da seleção egípcia em 28 anos.

Notícias Relacionadas

Larghi avalia que placar não refletiu história do jogo

Redação

Com gols de Sassá e Raniel, Cruzeiro vence o Santos de virada

Redação

Furacão Florence provoca fortes chuvas nos EUA e deve inundar quase toda Carolina do Norte

Redação

Comentários no Facebook

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais