Esporte Futebol

Cruzeiro reafirma sua supremacia na Copa do Brasil

O Cruzeiro fez valer a força de sua camisa e seu instinto de tradição e conquistou uma importante vitória sobre o Palmeiras por 1 a 0, no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil. A partida foi disputada no Allianz Parque, em São Paulo.

O gol celeste aconteceu logo no início do jogo e foi marcado por Hernán Barcos, após rápido contra-ataque puxado por Thiago Neves e Robinho.

Outro destaque do jogo foi o goleiro Fábio, que fez grandes defesas e colaborou para o resultado que dá uma vantagem parcial ao Cruzeiro na disputa por uma vaga na final.

O jogo

A partida começou em ritmo eletrizante. O time da casa criou uma grande oportunidade logo aos 4 minutos, quando Borja chutou colocado e Fábio fez sua primeira grande defesa. Na sequência da jogada, o Cruzeiro deu a resposta a altura.

Henrique tomou a bola de Dudu e acionou Robinho na direita. O camisa 19 tabelou com Thiago Neves e encontrou Barcos livre na entrada da área.

Com frieza, o camisa 28 dominou e tocou por cobertura na saída do goleiro Weverton, fazendo um belo gol: 1 a 0 para o Cruzeiro.

À frente no placar, o time celeste passou a jogar esperando por um novo contra-ataque. O Palmeiras tentou algumas investidas, mas sempre esbarrava na defesa estrelada, bem postada.

Aos 13 minutos, Willian chutou com efeito e a bola tocou o travessão. Já aos 28, foi a vez de Borja levar perigo, com chute que balançou a rede pelo lado de fora.

A Raposa voltou a levar perigo nos minutos finais da primeira etapa. Thiago Neves descolou belo passe para Arrascaeta que tentou o toque na saída do goleiro, mas foi abafado por Weverton.

Na volta para o segundo tempo, o Palmeiras tentou imprimir seu ritmo e criou algumas chances de perigo. Fábio, um dos grandes nomes do jogo, fez ao menos três grandes defesas em arremates de Willian, Artur e em um desvio de Egídio, já nos acréscimos.

A partir dos 35 minutos da segunda etapa, o Cruzeiro atuou com um jogador a menos após expulsão do lateral direito Edilson.

Com a vitória, o Cruzeiro pode jogar por um empate no jogo da volta, dia 26 de setembro, no Mineirão, que garantirá uma vaga na grande final da Copa do Brasil.

Notícias Relacionadas

Larghi avalia que placar não refletiu história do jogo

Redação

Com gols de Sassá e Raniel, Cruzeiro vence o Santos de virada

Redação

Copa do Brasil: Palmeiras x Cruzeiro e Flamengo x Corinthians

Redação

Comentários no Facebook

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais