• Início
  • Esporte
  • Argentina bate Nigéria no sufoco e pega França nas oitavas
Esporte Futebol

Argentina bate Nigéria no sufoco e pega França nas oitavas

A Argentina venceu a Nigéria, por 2 a 1, nesta terça-feira (26) e está classificada para as oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia. O jogo foi disputado na Arena Krestovsky, em São Petersburgo.

Agora, o time argentino irá enfrentar a França na fase de mata-matas.

Gol de Messi

O jogo começou truncado, com a Nigéria bastante fechada atrás, impedindo qualquer avanço da Argentina, que precisava da vitória para seguir adiante na Copa do Mundo.

Aos 8′, a Argentina conseguiu sua primeira finalização, quando Banega tocou para o lateral Tagliafico, que chutou para fora, sem  muito perigo.

Aos 15′, a Argentina conseguiu finalmente superar a defesa bem armada  da Nigéria. Banega lançou Messi, que invadiu a área pela direita e fuzilou Uzoho. Foi o centésimo gol da Copa 2018.

Os argentinos só voltaram a chegar com perigo aos 27′, quando Messi lançou Higuaín, que invadiu a área nigeriana. O atacante da Juventus foi brecado pelo goleiro Uzoho. Apesar da vantagem no placar, a Argentina continuou insistindo. Aos 33′, Messi cobrou falta perigosíssima. A bola bateu na trave da Nigéria.

Aos 44′, na melhor chance da Nigéria, Rojo cortou bola perigosa cruzada na área de Armani. No rebote, a zaga abafou.

Gol da Nigéria

A Argentina começou a viver um drama logo aos 4′ da segunda etapa. Mascherano puxou Balogun durante cobrança de escanteio. O juiz Cuneyt Cakir marcou um pênalti polêmico, que gerou muita reclamação dos argentinos. Moses bateu com categoria, aos 6′, no meio do gol, deslocando Armani.

Após sofrer o gol, a Argentina tentou a virada com triangulações pelas laterais do campo. Tudo para tentar penetrar na defesa da Nigéria. O esquema do técnico alemão Gernot Rohr, porém, ficou ainda mais fechado, dificultando as chances de gol do rival.

Drama argentino

​Aos 22′, Mascherano cortou o supercílio e sangrou em abundância. O árbitro Cakir ignorou o lance. Quatro minutos depois, Musa fez boa jogada pela esquerda, passou por Mercado e tocou para Ndidi, que chutou por cima do gol de Armani.

Em contra-ataque, aos 30′, Musa cruzou para Ighalo, que finalizou para fora. No lance, os nigerianos reclamaram que Rojo bateu o braço na bola. A arbitragem checou no VAR, o juiz eletrônico, e não deu o pênalti.

Para tentar melhorar o ataque, Sampaoli tirou Tagliafico e colocou Agüero aos 35′. Em seu primeiro lance, o atacante do Manchester City cruzou da esquerda. A bola sobrou para Higuaín, que chutou muito alto.

Aos  38′, a Nigéria respondeu, com Ighalo, que invadiu a área e chutou em cima de Armani. Um minuto depois, Etebo cobrou falta na entrada da área. A bola bateu na rede, pelo lado de fora.

Aos 41′, em cruzamento de Mercado, Rojo bateu um sem pulo indefensável para Uzoho. Era o gol da classificação.

Notícias Relacionadas

Larghi avalia que placar não refletiu história do jogo

Redação

Com gols de Sassá e Raniel, Cruzeiro vence o Santos de virada

Redação

Cruzeiro reafirma sua supremacia na Copa do Brasil

Redação

Comentários no Facebook

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais