Argentina bate Nigéria no sufoco e pega França nas oitavas

A Argentina venceu a Nigéria, por 2 a 1, nesta terça-feira (26) e está classificada para as oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia. O jogo foi disputado na Arena Krestovsky, em São Petersburgo.

Agora, o time argentino irá enfrentar a França na fase de mata-matas.

Gol de Messi

O jogo começou truncado, com a Nigéria bastante fechada atrás, impedindo qualquer avanço da Argentina, que precisava da vitória para seguir adiante na Copa do Mundo.

Aos 8′, a Argentina conseguiu sua primeira finalização, quando Banega tocou para o lateral Tagliafico, que chutou para fora, sem  muito perigo.

Aos 15′, a Argentina conseguiu finalmente superar a defesa bem armada  da Nigéria. Banega lançou Messi, que invadiu a área pela direita e fuzilou Uzoho. Foi o centésimo gol da Copa 2018.

Os argentinos só voltaram a chegar com perigo aos 27′, quando Messi lançou Higuaín, que invadiu a área nigeriana. O atacante da Juventus foi brecado pelo goleiro Uzoho. Apesar da vantagem no placar, a Argentina continuou insistindo. Aos 33′, Messi cobrou falta perigosíssima. A bola bateu na trave da Nigéria.

Aos 44′, na melhor chance da Nigéria, Rojo cortou bola perigosa cruzada na área de Armani. No rebote, a zaga abafou.

Gol da Nigéria

A Argentina começou a viver um drama logo aos 4′ da segunda etapa. Mascherano puxou Balogun durante cobrança de escanteio. O juiz Cuneyt Cakir marcou um pênalti polêmico, que gerou muita reclamação dos argentinos. Moses bateu com categoria, aos 6′, no meio do gol, deslocando Armani.

Após sofrer o gol, a Argentina tentou a virada com triangulações pelas laterais do campo. Tudo para tentar penetrar na defesa da Nigéria. O esquema do técnico alemão Gernot Rohr, porém, ficou ainda mais fechado, dificultando as chances de gol do rival.

Drama argentino

​Aos 22′, Mascherano cortou o supercílio e sangrou em abundância. O árbitro Cakir ignorou o lance. Quatro minutos depois, Musa fez boa jogada pela esquerda, passou por Mercado e tocou para Ndidi, que chutou por cima do gol de Armani.

Em contra-ataque, aos 30′, Musa cruzou para Ighalo, que finalizou para fora. No lance, os nigerianos reclamaram que Rojo bateu o braço na bola. A arbitragem checou no VAR, o juiz eletrônico, e não deu o pênalti.

Para tentar melhorar o ataque, Sampaoli tirou Tagliafico e colocou Agüero aos 35′. Em seu primeiro lance, o atacante do Manchester City cruzou da esquerda. A bola sobrou para Higuaín, que chutou muito alto.

Aos  38′, a Nigéria respondeu, com Ighalo, que invadiu a área e chutou em cima de Armani. Um minuto depois, Etebo cobrou falta na entrada da área. A bola bateu na rede, pelo lado de fora.

Aos 41′, em cruzamento de Mercado, Rojo bateu um sem pulo indefensável para Uzoho. Era o gol da classificação.

COMPARTILHAR
Redação
Como maior ouvidoria popular de Governador Valadares, o Programa Valadares na TV se destaca por levar informação e conteúdo exclusivo de problemas e assuntos de nossa cidade.

Comentários no Facebook