• Início
  • Esporte
  • América cai diante do Grêmio em Porto Alegre e segue sem vencer fora
Campeonato Brasileiro Esporte Futebol

América cai diante do Grêmio em Porto Alegre e segue sem vencer fora

O América foi derrotado pelo Grêmio na tarde deste domingo (10) por 1 a 0, gol de Éverton, e obteve o segundo resultado negativo seguido no Brasileiro, depois de ser batido por 3 a 1 no clássico contra o Atlético, na última quinta-feira. O time do técnico Enderson Moreira, que ainda não venceu fora de casa na competição, errou muitos passes e, embora tenha criado boas chances, cedeu espaços ao adversário, que teve maior controle do jogo. O atacante gremista Éverton fez o único gol na Arena do Grêmio.

O último compromisso do América antes da parada para a Copa do Mundo será quarta-feira, às 16h, contra a Chapecoanese, no Independência.  Com 13 pontos, quatro a mais que o 17º colocado, o time precisa vencer para afastar-se a distância mais segura da zona de rebaixamento.

Os mineiros ficaram recuados nos minutos iniciais, com a intenção de sair apenas nos contragolpes. Com maior posse de bola, o adversário procurava envolver o Coelho e, aos 11 minutos, chegou pela primeira vez ao gol. Luan, um tanto apagado depois de saber que não seria convocado para a Copa do Mundo, testou Jori de fora da área, mas o goleiro americano fez defesa tranquila.

Aos 13, em cobrança de escanteio na área do Coelho, Cícero cabeceou e o zagueiro Messias desviou, quase marcando gol contra. No tiro de esquina seguinte, Jori saiu mal, a bola espirrou e ficou para o gremista Éverton, debaixo do gol. Para sorte dos mineiros, o atacante, destaque da equipe na partida, chutou a bola no travessão e ela caiu quase sobre a linha, mas não entrou.

A melhor chance do América foi aos 27 minutos, depois de rápido conrtragolpe. Aylon tocou para Magrão, que retornava ao time titular, com Juninho e Ademir, e o jogador bateu com força no ângulo de Marcelo Grohe. A bola pegou na rede, mas do lado de fora.

Gol

Mais compacto e errando menos passes, o Grêmio retomou o controle da partida e abriu o placar aos 31 minutos. Cícero, substituto de Jailson, que está sendo negociado com o Santos, fez grande lançamento para Éverton. O atacante ganhou na corrida do marcador, tirou a bola de Jori com o peito e bateu para o gol vazio, antes de ser travado por Messias: 1 a 0. O América tenou reagir até o final da etapa, mas pecou na transição entre a defesa e o ataque e não levou perigo.

No início do segundo tempo, o Grêmio buscou sufocar o Coelho. A estratégia deu resultado e, aos 8 minutos, Éverton ficou novamente frente a frente com Jori, mas a marcação de Aderlan, que vinha por trás, funcionou e o atacante finalizou mal. A torcida gaúcha pediu pênalti.

Depois dos primeiros dez minutos, o América esforçou-se para equilibrar as ações e soltar-se mais no ataque. Aos 14, conseguiu escanteio, bem batido por Magrão, mas Messias cabeceou sem perigo. O Grêmio, porém, seguia com maior domínio e levava mais perigo, até que, aos 19, Cícero limpou Juninho e arriscou de longe, de canhota. Jori, bem posicionado, encaixou com facilidade.

Aos 21 minutos, o técnico Enderson Moreira tirou o lateral Giovanni, amarelado, e colocou Rafael Moura, tentando jogadas mais agudas com um homem de área. Moura completou sua sétima partida pelo Coelho e, com isso, deu adeus à possibilidade de transferir-se para outro clube do Brasileiro, na temporada.

No Grêmio, Renato Gaúcho, que já trocara André por Jael, na frente, pediu aos jogadores para caprichar mais nos passes e voltar a envolver o adversário. A orientação funcionou e a equipe gaúcha fez grande pressão, conseguindo sequência de escanteios, por volta dos 30 minutos, mas o América se safou.

Aos 36, outra confusão na área e a bola sobrou para Éverton, que bateu no canto esquerdo, obrigando Jori a fazer grande defesa. Já nos descontos, Rafael Moura quase empatou, tocando de cabeça depois de lançamento na área. Em grande intervenção, o goleiro do Grêmio impediu o gol.

 

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO – Marcelo Grohe; Léo Moura, Bressan, Kannemann, Bruno Cortez; Cicero, Arthur, Lima (Thaciano); Luan (Caio), Everton e André (Jael). Técnico: Renato Gaúcho.

AMÉRICA – Jori; Aderlan, Messias, Matheus Ferraz, Giovanni (Rafael Moura); Juninho, Christian, Serginho, Gerson Magrão; Ademir (Marquinhos), Aylon (Wesley). Técnico: Enderson Moreira.

GOL – Éverton, aos 31min do 1º tempo.

CARTÕES AMARELOS – Aylon, Giovanni, Aderlan; Cícero, Éverton.

Árbitro: Rodrigo D´Alonso Ferreira (SC)

Assistentes: Heilton Nunes (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)

PÚBLICO – 14.460.
RENDA – R$ 372.021.

LOCAL – Arena do Grêmio (Porto Alegre)

Notícias Relacionadas

Larghi avalia que placar não refletiu história do jogo

Redação

Com gols de Sassá e Raniel, Cruzeiro vence o Santos de virada

Redação

Cruzeiro reafirma sua supremacia na Copa do Brasil

Redação

Comentários no Facebook

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais